quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Significado dos Incensos


ABSINTO - Estafa, cansaço mental e físico.
ACÁCIA - Sucesso nos negócios e bom para saúde.
ALECRIM - Saúde, limpeza de ambiente, estimulante, aumenta a disposição e a autoconfiança, e melhora o humor.
ALFAZEMA - Limpeza astral, meditação, equilibra emoções, calmante, insônia, descarrego.
ALMÍSCAR - Romance, é ideal para ser usado durante encontros amorosos. ÂMBAR - Ansiedade, ajuda na intuição para escolher as coisas certas, concentração.
ANANDA - Limpeza espiritual completa de ambientes.
ARRUDA - Mau Olhado, contra inveja, proteção.
ASTHAR - INCENSO MEDICINAL - Limpeza de ambientes, saúde.
BÁLSAMO - Acalma ambientes, harmoniza lugares muito carregados e libera as emoções de forma suave.
BAUNILHA - Amor, afeição e sorte.
BENJOIM - Fé e esperança, generosidade, proteção, ajuda nas atividades intelectuais, é expectorante.
CAMOMILA - Calmante, insônia, boa sorte, dinheiro e paz.
CANELA - Prosperidade, atrai dinheiro, sorte, proteção, afrodisíaco, ajuda a fixar a memória.
CÂNFORA - Limpeza astral, tristezas, atua sobre a aura, equilíbrio psicológico. Energizante, sucesso e limpeza. Dilata os alvéolos pulmonares.
CAPIM LIMÃO - Estimulante mental, revitalizante, purificante, concentração.
CEDRO - Longevidade, força, justiça, doenças de pele, bronquite, acne.
CHAMA VIOLETA - Purifica o karma, paz, serenidade, para se usado em rituais e meditações.
CHOCOLATE - Fortuna, lucro e harmonia.
CRAVO - Harmonia, purifica a alma, desbloqueia repressões, amor, prosperidade, quebra feitiços, elimina negatividade
CUPIDO - Poder de sedução.
DAMA DA NOITE - Romances, ideal para encontros amorosos, força, limpeza e purificação..
DEFUMADOR COMPLETO - Limpeza de ambientes, elimina energias negativas.
ERVA-CIDREIRA - Insônia, calmante, boa sorte.
ERVA-DOCE - Purificante, revigorante, refrescante, limpeza espiritual, amor e dinheiro.
ESPIRITUAL - Rituais esotéricos, místico, libertação, elevação espiritual, limpeza e proteção.
EUCALIPTO - Purificador, lucidez, intuição e inspiração, equilibra emoções, força e limpeza. Ajuda as funções pulmonares e elimina as tensões.
FLOR DE LARANJEIRA - Anti-depressivo, atrativo, estimulante.
GANESH - Equilíbrio espiritual e material, remoção de obstáculos.
GERÂNIO - Saúde, Santa Sara, atrai amor, paixão e proteção.
JASMIM - União, pensamentos elevados, conecta o 3ºOlho, para pessoas tímidas, negócios, paixão e felicidade.
LARANJA - Anti-stress, eleva o astral, purificante, alegria.
LAVANDA - Stress, sistema nervoso, pulmões e do aparelho genital. Amor, sorte e dinheiro.
LIMÃO - Alegria. Protege contra várias doenças, principalmente do estômago e dos intestinos.
LÍRIO - Tranqüilidade, processo de criação, gestação, nascimento, pureza, é a flor que o anjo Gabriel leva na mão.
LÓTUS - Pureza, favorece a determinação, tranquilidade, comunhão espiritual, amizade, sorte e vida longa.
LUA - Bons sonhos, sensualidade e prazer.
MAGIA EGIPSIA - Poder, fama e dinheiro.
MAGIA INDIANA - Poder, fama e fortuna.
MAÇA-VERDE - Memória e o raciocínio, trabalhos intelectuais, clareia as idéias, paixão.
MIRRA - Místico, energias negativas, eleva o espirito, sorte e sucesso.Inflamações.
MEL - Prosperidade, oferendas aos anjos, amor, ansiedade, perseverança, para objetivos complicados.
MORANGO - Alegria, sensualidade e prestígio.
NAGCHAMPA - Ideal para trabalhos de cura e relaxamento.
ÓPIUM - Energiza o ambiente, próprio para recitar mantras.
PATCHOULI - Para despertar grandes paixões, quebra feitiço, exorcismo, remoção de osbtáculos. Tonificante, anti- inflamatório e para infecções.
ROSAS - Meditação, amor, felicidade, rituais, concentração. Fígado e na circulação.Pressão baixa. insônia e dor de cabeça.
RELIGARE - Limpeza de ambientes.
SAI FLORA - Harmoniza ambientes, usado em rituais, limpeza.
SÂNDALO - Realização, desenvolvimento espiritual, viagem astral, insônia, meditação, aumenta a resistência física.
SOL - Brilho, liderança e fortuna.
YLANG-YLANG - Atrai a paz e equilíbrio espiritual.
VIOLETA - Purifica o karma, paz, serenidade, melhora de pessoas doentes. Expectorante e tonificante.
VERBENA - Fertilidade, prosperidade, sucesso, afasta espíritos, compreensão, relaxa, voz, garganta, faringe, tiróide, gripes e resfriados.
VETIVER - Finanças, promove ganhos, vitórias, atrai o amor, proteção física e psíquica.

AÍRES - Alfazema
TOURO - Canela
GÊMEOS - Âmbar
CÂNCER - Acácia
LEÃO - Alecrim
VIRGEM - Benjoim
LIBRA - Lírio
ESCORPIÃO - Almíscar
SAGITÁRIO - Cravo
CAPRICÓRNIO - Rosas
AQUÁRIO - Jasmim
PEIXES - Violeta


Direitos de Cigana Carmencita

Orixás

EXÚ

Guardião de todas as passagens, inclusive do céu e a Terra, e das porteiras que existem em nosso mundo. Exu é um orixá muito importante e foi o terceiro elemento criado diretamente por Olorum, com a mesma matéria seria usada, mais tarde, para criação da terra e das criaturas. Nasceu para ser um comunicador, fazendo a ligação entre todos os orixás e os seres criados. É sempre reverenciado em primeiro lugar, antes de qualquer outro orixá, para que todas as oferendas e obrigações cheguem ao seu destino.

Dia da semana: segunda-feira
Cores: vermelho e preto
Domínios: caminhos, cruzamentos, alto de montanhas, etc.
Oferendas: padê, inhame com dendê, piquiri, etc.


YEMANJÁ

É Orixá da paz, da ausência de conflitos e da fartura. Na mitologia, ela foi mãe de Ogum e Ode, além de adotar como filhos outros Orixás, como Obaluaiê e Omolú, que foram rejeitados por sua verdadeira mãe. Orixá responsável pela concepção da vida, pela fertilidade, é totalmente ligada ás águas, sendo denominada a mãe dos filhos peixes. Nós, seres humanos, também somos formados por água, possuindo uma pequena parte desse elemento de Yemanjá em nosso corpo.
Olokun é que reina os oceanos.

Dia da Semana: Sábado
Cores: branco, prata, transparências de azul e verde
Domínios: lagoas, quebra-mar e pororocas
Oferendas: manjar branco, canjica amarela, milho branco com mel, etc.


OXOSSI-ODÉ

É Orixá caçador, que vive nas florestas e nas terras verdes não cultivadas. Na mitologia, Ode é o filho de Yemanjá e irmão de Ogum, que assim como ele adora liberdade. É muito confundido com a caçadora Oxossi seu complemento feminino. Ode tem como missão trazer caça para todos os povos do mundo. A caça simboliza o alimento necessário para a sobrevivência das espécies e, também, a busca de novos caminhos para o desenvolvimento.

Dia da Semana: quinta-feira
Cores: azul turquesa e verde
Domínios: florestas, matas e terras virgens
Oferendas: milho cozido, papa de milho, etc.



IANSÃ-OYÁ

Grande Senhora, domina os raios e as tempestades, é a divindade que conhece a força dos ventos, evocando-os quando necessário. Ao lado de Xangô, seu primo e marido, conquistou um vasto império. Originou-se nas águas e têm o poder da procriação e da fertilidade.

Dia da Semana: quarta-feira
Cores: Vermelho terra, marrom, branco e rosa
Domínios: ventos, cemitérios, taquaral, caminhos, águas, etc.
Oferendas: acarajé, inhame, broto de bambu, etc.



OXUMARÉ-OBESSEM

Grande Rei, filho de Orixalá e Nana, irmão de Obaluaê e Iroko. Detentor de grande poder, fortuna e conhecimento profundo do universo. É o Orixá da transformação, do movimento constante e da harmonia do Universo. É responsável pela evolução, em todos os sentidos. È representado pela cobra não venenosa, que morde a própria cauda. A aliança entre o Céu e a terra foi estabelecida através do arco-íris, onde Oxumaré revela para o mundo todas as suas cores. Esse orixá transporta as riquezas de um plano a outro da existência. Foi com as sete cores do arco-íris, que revelou a Terra multicolorida.
Para os ciganos toda vez que avistam o arco-íris eles invocam MAMIORRI, mensageira da cura, dona das sete ervas. Acreditam que através do arco-íris ela vem visitar o mundo terreno, abençoando a todos com a maior riqueza que o ser humano pode possuir: a Saúde.

Dia da Semana: terça-feira
Cores: preto, verde, amarelo ou multicolorido
Domínio: terra, atmosfera, chuva e arco-íris
Oferendas: batata doce, amendoim, inhame.


NANÃ


Grande senhora das terras molhadas e fecundas, com o qual foram criados todos os seres, reina na lama, que formou a Terra, nas águas paradas e pântanos. Pelo fato de ser um dos primeiros Orixás criados por Olorum, é caracterizada como uma anciã, ou uma Avó. Nana vive nas madrugadas, quando o orvalho umedece a Terra. Por isso, só aceita oferendas em sua homenagem após três horas da manhã, quando o sol ainda não se levantou.

Dia da Semana: terça-feira e sábado.
Cores: branco, preto roxo e azul.
Domínios: lama, pântanos, lodo do fundo dos rios e mares.
Oferendas: feijão fradinho, milho branco, arroz, acaçá e pipoca.


OBALUAYÊ-OMULU

Poderoso orixá filho de Nanã Buruque e Orixalá. Esse orixá, senhor das doenças e da morte, é representado pelas três cores primitivas do Universo: vermelho, o preto e o branco. Isso quer dizer que ele detém os três tipos de sangue, ou axés, que existem na natureza. Segundo as antigas lendas, nasceu com o corpo todo coberto por chagas, que ficavam escondidas sob vestes de palha. Foi através da sua própria força interior que ele conseguiu curar-se e também desvendar os segredos das doenças que atingem os seres criados. Ele traz as enfermidades (lepra, peste, eczemas, varíola, malária etc., que provocam aumento de temperatura corporal), traz também a cura para elas. Omulu é quem faz limpeza do corpo após a morte, permitindo que as pessoas falecidas se desprendam desse plano de existência.

Dia da Semana: segunda-feira
Cores: preto, branco e vermelho
Domínio: terra, árvores, cemitérios, estradas abandonadas, universo das doenças.
Oferendas: pipoca, sarapatel, cuscuz, inhame, etc.


IBEJI

Os gêmeos sãos filhos de Xangô e Iansã. Representam os Erês, a forma infantil de todos os orixás. Simboliza inocência, a espontaneidade, a pureza. Representam a força mágica de tudo que é duplo.

Dia da Semana: Domingo
Cores: Rosa e azul
Domínios: praças e jardins
Oferendas: Balas, doces, bolo, guaraná etc.


OSSAIM

É o orixá guardião de todos segredos das folhas, raízes e cascas. É o grande curandeiro, com sua habilidade e conhecimento em manipular as folhas, consegue produzir o remédio eficaz para as doenças do homem. Também usa esse conhecimento para preparar poções mágicas e encantamentos para os mais diversos fins. Ele vive isolado nas matas e florestas, não existindo relatos sobre uniões com outros orixás.

Dia da Semana: terça-feira.
Cores: verde-mata, branco e preto.
Domínios: matas, florestas, raízes e folhas
Oferendas: mandioca ou inhame, folhas de fumo, folhas de café, etc.


XANGÔ

É o orixá das pedreiras, das terras áridas e das rochas. Seu elemento é o fogo, dominando também o raio e o trovão. O metal a que pertence é o cobre. Como grande amigo da justiça, é imparcial em suas ações, usando toda sua autoridade para resolver as mais difíceis questões, tarefa que ninguém gosta de fazer. Sempre podemos recorrer a ele quando nos defrontamos com questões litigiosas ou problemas jurídicos.

Dia da Semana: quarta-feira.
Cores: marrom, vermelho e branco.
Domínios: pedreiras, minérios, lava do vulcão, raios e trovões.
Oferendas: amalá, arroz com carne seca, ajebó, rabada, etc.



OGUM

Filho de Yemanjá e Oxalá. Ele domina e conhece todos os caminhos, por isso nunca se perde e está sempre ajudando quando corretamente evocado.Representa o trabalhador manual, aquele que transforma a matéria-prima em produto acabado. A guerra que Ogum trava sempre é destruidora. Ao contrário, se essa energia for bem canalizada, poderá ser utilizada para alcançar objetivos nobres, traçar novas diretrizes e vencer os obstáculos da vida.

Dia da Semana: terça-feira.
Cores: azul-escuro, verde e o branco.
Domínios: caminhos, profundezas da terra, jazidas de ferro, praias, etc.
Oferendas: feijoada, vatapá, inhame com feijão preto, farofa de carne de frango desfiada, etc..


OXUM

Domina as águas doces dos rios, lagos, córregos e cachoeiras, tendo algumas qualidades que também habitam a água salgada. É considerada a mãe dos peixes. É responsável pela irrigação e fecundação da terra, possibilitando o surgimento de uma nova vida. Ela é freqüentemente evocada para propiciar uma boa colheita. Têm o poder sobre a gestação e fertilidade dos seres humanos. Protege o ser criado no momento da concepção e período intra-uterino. Está presente na hora do nascimento e pós-parto., tornando-se responsável pela criança o tempo necessário para que esta possa caminhar sozinha. Está ligada a riqueza, tendo no ouro seu principal metal, que é, também, sua cor predominante. Além disso, a beleza e a graciosidade são seus predicados mais apreciados.

Dia da Semana: sábado
Cores: amarelo ouro e rosa.
Domínios: rios, nascentes, olhos d’água, cachoeiras e mares.
Oferendas: Omolucum. Ipeté, papa de fubá doce, etc.



OXALÁ

Oxalá, Orixalá ou Oxalufan é a primeira forma de orixá que foi criada por Olorun, no início dos tempos, sendo associado ao ar, que existia antes da criação da Terra, e também à água do início da existência. Detém o axé da criação de todos os seres da terra, representando a fertilidade masculina.
Oxalalufan representa a maturidade, a sabedoria e o equilíbrio. Veste-se inteiramente de branco, sendo responsável pela manutenção da paz e da tranqüilidade entre os seres criados. Na mitologia africana é considerado pai de todos os orixás e de todos os seres vivos, sendo, por esse motivo, constantemente reverenciado em festas públicas e diversos rituais.
Oxaguian também carrega as cores azul e vermelha, além do branco. Isso se deve o fato de possuir uma grande ligação com o Orixá Ogum. Usa uma espada e um escudo que recebeu de Ogum. Além do raciocínio, este orixá usa o artifício da guerra em determinados momentos. Essa guerra não deve ser interpretada ao pé da letra, mas, sim, num sentido mais abrangente, como, por exemplo, na luta pela sobrevivência. Foi um grande estrategista, não entrando em guerra sem antes pensar muito bem nos pós e nos contras, a fim de não pôr em risco seus exércitos. Evitava ao máximo o confronto, tentando sempre resolver os problemas de outra maneira; mas, se os argumentos não adiantavam, entrava na guerra lutando até o final, custasse o que custasse. Orixá da fartura, da riqueza e do raciocínio pleno.

Dia da semana: sexta-feira
Cores: Oxalufan - branco e prata; Oxaguian – branco com nuanças de azul ou vermelho
Domínios: atmosfera, oceanos, alto das montanhas, céu
Oferendas: canjica, acaçá de inhame, arroz com peito de frango, arroz doce, etc.

Minha foto
É uma cigana espanhola, da Andaluzia. Usa roupas coloridas, sem preferência de cor. Não dispensa os colares, os anéis e as pulseiras. Suas argolas são sempre de ouro. Adora tocar castanholas, principalmente quando dança ao redor da fogueira. Ela não dispensa um pandeiro com fitas finas e coloridas. Todas as pessoas que têm esta cigana em sua aura jogam cartas e patacas; têm também um cristal de malaquita, que Carmencita não dispensa para suas magias. Suas oferendas são sempre feitas aos sábados, até as 10 horas da manhã e com o Sol iluminando o planeta Terra. Nunca coloque oferendas para Carmencita em um dia nublado.

Violino Cigano

Violino Cigano

Cigano Vladimir

Era moreno-claro, de olhos e cabelos pretos.

SUAS ROUPAS

Wladimir usava roupas diferentes, conforme a fase da lua.

O detalhe constante nessas roupas é que a calça era sempre da mesma cor do colete de veludo que ele vestia por cima da blusa.

Na Lua cheia ele usava blusão vermelho com colete e calça azul-turquesa; na Lua crescente, blusão branco, colete e calça brancos rebordados com fios de prata;

na Lua nova, blusão azul-turquesa, colete e calça vermelhos rebordados com pedras coloridas; e,

na Lua minguante, blusão branco de mangas compridas, colete e calça marrons e uma faixa branca na cintura.

Em todas as fases da Lua ele usava na cintura uma faixa branca, na qual trazia o seu punhal de prata.

SEUS ADEREÇOS
O lenço que Wladimir usava na cabeça era de cores diferentes, conforme a fase da Lua.
Era azul na Lua cheia, branco no quarto crescente e vermelho na Lua nova.

Na orelha esquerda ele trazia uma argola de ouro e, no pescoço, um cordão de ouro com um medalhão antigo de seu clã.

SUA MAGIA
O Cigano Wladimir aprendeu a tocar violino com seis anos de idade.

Hoje, quando chega à Terra como espírito,pede logo o seu violino e começa a tocar antigas músicas eslavas.

Um detalhe importante: quem tem esse Cigano na aura não precisa saber tocar violino, pois, ao chegar, ele traz a essência da música.

Esse é o mistério de Wladimir.

Retirado do livro “Ciganos do Passado, Espíritos do Presente – Ana da Cigana Natasha- PALLAS EDTORA

Querida Professora de Dança: Samra Sanches

Querida Professora de Dança: Samra Sanches
Loading...