quarta-feira, 11 de maio de 2011

Leis, Cores e Vestes Ciganas


Identificados pelo apreço à vestimenta, dentes de ouro, chapéus e botas de boiadeiro, os Calon, assim como os Rom, têm enorme estima pela família e são, diferentemente do que se prega, muito afeitos ao tradicionalismo. Segundo a pesquisa de Teixeira, embora as mulheres possam amamentar publicamente, estão absolutamente proibidas de mostrar acima das pernas. O sexo é basicamente voltado para a reprodução, o erotismo é bastante privado e a virgindade pré-marital é norma.
Como se organizam em pequenos núcleos, os ciganos, embora respondam à constituição nacional, têm leis muito próprias. "Porém não se sabe ao certo como são essas leis. Em casos especiais é chamado um Tribunal Cigano, expressamente proibido para os gadjos", conta Fábio José Dantas de Melo, indicando que nessas reuniões os anciões se encontram por vários dias até encontrar um veredicto. "Há toda uma etiqueta para se convocar um desses tribunais. É exigido de quem convoca que possa garantir alimentação e moradia para aqueles que vêm de longe para a reunião", explica.
Segundo Melo, o preconceito contra aqueles que estão menos inseridos politicamente sempre vai existir, mas ao compreender esses grupos, passa-se a vê-los como pares, vizinhos e cidadãos do país.
Texto adaptado de Julia Dietrich

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Minha foto
É uma cigana espanhola, da Andaluzia. Usa roupas coloridas, sem preferência de cor. Não dispensa os colares, os anéis e as pulseiras. Suas argolas são sempre de ouro. Adora tocar castanholas, principalmente quando dança ao redor da fogueira. Ela não dispensa um pandeiro com fitas finas e coloridas. Todas as pessoas que têm esta cigana em sua aura jogam cartas e patacas; têm também um cristal de malaquita, que Carmencita não dispensa para suas magias. Suas oferendas são sempre feitas aos sábados, até as 10 horas da manhã e com o Sol iluminando o planeta Terra. Nunca coloque oferendas para Carmencita em um dia nublado.

Violino Cigano

Violino Cigano

Cigano Vladimir

Era moreno-claro, de olhos e cabelos pretos.

SUAS ROUPAS

Wladimir usava roupas diferentes, conforme a fase da lua.

O detalhe constante nessas roupas é que a calça era sempre da mesma cor do colete de veludo que ele vestia por cima da blusa.

Na Lua cheia ele usava blusão vermelho com colete e calça azul-turquesa; na Lua crescente, blusão branco, colete e calça brancos rebordados com fios de prata;

na Lua nova, blusão azul-turquesa, colete e calça vermelhos rebordados com pedras coloridas; e,

na Lua minguante, blusão branco de mangas compridas, colete e calça marrons e uma faixa branca na cintura.

Em todas as fases da Lua ele usava na cintura uma faixa branca, na qual trazia o seu punhal de prata.

SEUS ADEREÇOS
O lenço que Wladimir usava na cabeça era de cores diferentes, conforme a fase da Lua.
Era azul na Lua cheia, branco no quarto crescente e vermelho na Lua nova.

Na orelha esquerda ele trazia uma argola de ouro e, no pescoço, um cordão de ouro com um medalhão antigo de seu clã.

SUA MAGIA
O Cigano Wladimir aprendeu a tocar violino com seis anos de idade.

Hoje, quando chega à Terra como espírito,pede logo o seu violino e começa a tocar antigas músicas eslavas.

Um detalhe importante: quem tem esse Cigano na aura não precisa saber tocar violino, pois, ao chegar, ele traz a essência da música.

Esse é o mistério de Wladimir.

Retirado do livro “Ciganos do Passado, Espíritos do Presente – Ana da Cigana Natasha- PALLAS EDTORA

Querida Professora de Dança: Samra Sanches

Querida Professora de Dança: Samra Sanches
Loading...