quarta-feira, 25 de junho de 2008

Maneira Como as Ciganas Deitam as Cartas

A mesa onde uma cigana deita as cartas para ler a sorte está sempre preparada, pronta para ser usada a qualquer momento caso ela queira. Ela não é desmontada como costumamos a ver nos espaços esotéricos. Contudo a cigana quando não está lendo a sorte tem o costume de “fechar” sua mesa, ou seja, as velas são apagadas, à água jogada em água corrente, as cartas envoltas em lenços de seda e guardadas em pequenos cofres junto com objetos de sorte como amuletos, talismãs e jóias. Em seguida a mesa é coberta por uma fina toalha, resguardando dos olhares curiosos. Os ciganos não tocam na mesa de uma cigana sabem que é proibido e respeitam porque entendem que a mesa e os apretechos quase como sagrados, e um cigano não desafia outro cigano, a respeito de assuntos espirituais, pois nunca se sabe qual dos dois possui poder maior ou mais eficiente.

Para as ciganas que andam a ler a sorte pelas ruas, as vezes, descalças por 7 anos (Gau), elas levam as Cartas Ciganas na bolsa cigana. Se for mulher casada abre as cartas em cima do avental cigano. Se for moça solteira, virgem, abrem em cima da saia cigana. As ciganas deverão usar os métodos que lhe foram passados ao serem iniciadas. Assim como eu tive a revelação do nome da minha entidade, e de como utilizar as cartas na arte adivinhatórias, cada uma das ciganas tem o livre-arbítrio para usar o método que lhes foi ensinado, mesclado ou não com o meu, ou com o que seu guia espiritual determinou.

Para a mulher não cigana abrir as cartas em cima de um lenço, de preferência nunca cor escura; quanto mais colorido e estampado melhor será. O lenço pode ser substituído por uma toalha branca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Minha foto
É uma cigana espanhola, da Andaluzia. Usa roupas coloridas, sem preferência de cor. Não dispensa os colares, os anéis e as pulseiras. Suas argolas são sempre de ouro. Adora tocar castanholas, principalmente quando dança ao redor da fogueira. Ela não dispensa um pandeiro com fitas finas e coloridas. Todas as pessoas que têm esta cigana em sua aura jogam cartas e patacas; têm também um cristal de malaquita, que Carmencita não dispensa para suas magias. Suas oferendas são sempre feitas aos sábados, até as 10 horas da manhã e com o Sol iluminando o planeta Terra. Nunca coloque oferendas para Carmencita em um dia nublado.

Violino Cigano

Violino Cigano

Cigano Vladimir

Era moreno-claro, de olhos e cabelos pretos.

SUAS ROUPAS

Wladimir usava roupas diferentes, conforme a fase da lua.

O detalhe constante nessas roupas é que a calça era sempre da mesma cor do colete de veludo que ele vestia por cima da blusa.

Na Lua cheia ele usava blusão vermelho com colete e calça azul-turquesa; na Lua crescente, blusão branco, colete e calça brancos rebordados com fios de prata;

na Lua nova, blusão azul-turquesa, colete e calça vermelhos rebordados com pedras coloridas; e,

na Lua minguante, blusão branco de mangas compridas, colete e calça marrons e uma faixa branca na cintura.

Em todas as fases da Lua ele usava na cintura uma faixa branca, na qual trazia o seu punhal de prata.

SEUS ADEREÇOS
O lenço que Wladimir usava na cabeça era de cores diferentes, conforme a fase da Lua.
Era azul na Lua cheia, branco no quarto crescente e vermelho na Lua nova.

Na orelha esquerda ele trazia uma argola de ouro e, no pescoço, um cordão de ouro com um medalhão antigo de seu clã.

SUA MAGIA
O Cigano Wladimir aprendeu a tocar violino com seis anos de idade.

Hoje, quando chega à Terra como espírito,pede logo o seu violino e começa a tocar antigas músicas eslavas.

Um detalhe importante: quem tem esse Cigano na aura não precisa saber tocar violino, pois, ao chegar, ele traz a essência da música.

Esse é o mistério de Wladimir.

Retirado do livro “Ciganos do Passado, Espíritos do Presente – Ana da Cigana Natasha- PALLAS EDTORA

Querida Professora de Dança: Samra Sanches

Querida Professora de Dança: Samra Sanches
Loading...